Centro Internacional de Escultura

Um lugar para a Arte

Arquivo de Arte

Sintra – Arte Pública II

“Foi há alguns anos que um prestigioso grupo de escultores fundou no coração das nossas «terras da pedra» o Centro Internacional de Escultura de Pero Pinheiro e, desde então, os mármores de sintra conheceram um «novo olhar».

É com satisfação que a Câmara Municipal de Sintra se associao ao Centro Internacional de Escultura de Pero Pinheiro para mais uma organização do Sintra – Arte Pública – Exposição ao Ar Livre que, este ano se realiza na Volta do Duche, zona histórica de Sintra. (…)

Incrementar este tipo de iniciativas é fazer uma certa resistência a uma massificação que está presente nos nossos dias e uma forma de humanizar espaços. A Escultura ao Ar Livre proporciona-nos espaços lúdicos, vivos, constituindo-se como elemento surpresa, onde emergem novas formas e cores no quotidiano da paisagem.

O apoio na divulgação desta expressão artística, onde a pedra está presente, surge como uma prioridade no concelho que tradicionalmente e, por força da própria natureza, oferece matéria prima de grande qualidade.” 

Fernando Roberto Seara in “sintra Arte Pública II”

sintra-apiia.jpg

sintra-apii.jpg

Sintra – Arte Pública I

“A Câmara Municipal de Sintra, em pareceria com o Centro Internacional de Escultura em Pêro Pinheiro, organiza a Sintra – Arte Pública / Exposição ao Ar Livre, na zona da Estefênia, com trabalhos dos escultores do concelho de Sintra.Esta iniciativa tem, indiscutivelmente, um papel fundamentalno reforço de um novo espaçode atracção turística e cultural (…) e constitui uma valorização e um estímulo do trabalho dos nossos artistas.

A escultura surge-nos como prioridade cultural com o objectivo de qualificar os espaços públicos e também da renovação de mentalidades. A realização deste tipo de exposição, ao ar livre, sob o olhar do público em geral e fora dos circuitos fechados dos museus ou galerias, torna-se por si só um forte desafio. Trata-se também de um grande desejo de quebrar a rotina do quotidiano visual ao fazer surgir um espaço lúdico, um lugar de lazer, numa área de comércio tradicional, carenciada de dinâmica urbana.”

Joaquim Cardoso Martins, Vereador da Cultura e do Turismo de Sintra in “Sintra Arte Pública 1”

 sintra-apii2.jpg

  sintra-api.jpg

Artistas participantes:– António Trindade– Carlos Andrade– Carlos Ramos– Gérard Sarrouy– Irene Buarque– José Eduardo Costa– José Esteves-Laranjeira Santos-Lívio de Morais– Marc O. Loerke– Maria Morais– Matthias Contzen– Moisés– Nuno Tomaz– Rogério Timóteo– Romeu Costa– Volker Schnüttgen